AFRODITE: Deusa do Amor e da Beleza

23 Aug 2019

Deusa grega do amor e da beleza, Afrodite também é a deusa da paixão, dos desejos, prazeres, fecundidade, relacionamentos e dinheiro. Afrodite na Grécia, Vênus em Roma e Freyja na Escandinavia. Nascida da espuma dor mar, nos estimula a entrar em contato com nosso corpo e nossa natureza sensual.

 

Há muito tempo, a beleza, a paixão e a energia sexual das mulheres eram sagradas. Acolher, acalmar, fazer amor, gozar, partir, nutrir uma criança eram momentos abençoados por deuses e deusas que lembravam a nossos ancestrais sua verdadeira origem, a Grande Deusa-Mãe.

 

Hoje em dia o corpo feminino faz parte do domínio público. Observemos o furor manifestado por algumas pessoas contra o aborto, a proibição da amamentação em público, a pornografia galopante, o destaque dado a jovens lolitas, o descarte de mulheres desfrutáveis. As mensagens veiculadas pela nossa cultura judeu-cristã mataram a energia de Afrodite, a deusa do amor, da sexualidade e da fecundidade.

 

Porém, uma energia sexual bem canalizada é o que nos torna criativos. A energia sexual e a energia criativa tem a mesma origem. Com uma sexualidade reprimida nos tornamos também seres reprimidos. A vitalidade e o ardor emanados pela Imperatriz quando ela aparece em nossa vida abrem um ciclo de criatividade e podemos então dar início a um relacionamento, gerar uma criança, virar presidente de uma organização, escrever um livro, pintar um quadro, começar a aprender música, fazer uma viagem desbravadora, etc.

 

A abordagem terapêutica das Deusas que utilizo no Método Voo da Borboleta chama-se Theaterapia. "Thea" que significa literalmente "Deusa" e terapia, do latim "Therapia" significa tratar e curar. É através da Theaterapia que estudamos a psicologia feminina e chegamos aos arquétipos das Deusas a fim de conhecer nossa própria sacralidade. Mas que as Deusas tem a ver com nós?

 

Ao estudarmos as Deusas, é possível descobrirmos muito sobre nós mesmas e nossas várias faces, personas e também nossa essência. 


Ter uma forte presença de Afrodite em sua personalidade significa sentir-se à vontade com seu corpo e ter uma relação saudável e descomplicada com a sexualidade. A Mulher Afrodite amadurece cedo fisicamente tendo que aprender a amadurecer socialmente também. Sua beleza e extroversão chamam a atenção do mundo masculino à sua volta.

 

Segundo Jung, vivenciar Eros (Amor), é ter a capacidade de se relacionar, a qualidade de se ligar ao outro. Para a mulher-Afrodite, por mais importante que seja sua vida sexual, deverá estar integrada a um relacionamento. É a ligação com o companheiro, a troca de prazer entre ambos que traz o sexo no máximo de seu prazer. Afrodite deseja que o parceiro se entregue a ela em todos os sentidos. 

 

Se não houver relacionamento, a mulher Afrodite vai se entristecendo ou perde o interesse no parceiro. Seu desejo é que os relacionamentos sejam amorosos e tenham coração.

 

Uma verdadeira Mulher-Afrodite não se importa com as exigências sociais de um casamento convencional. Para ela, o que importa é viver o amor. Perceba o quanto de Afrodite tem dentro de si. 

 

 

MAS QUEM É AFRODITE?

 

Duas histórias dividem o mito sobre o nascimento da deusa Afrodite. Uma contada por Hesíodo, diz que Afrodite nasceu nas espumas do mar, e outra contada por Homero, que relata que Zeus e Dione são seus pais.

 

A versão mais comum sobre Afrodite é a de Hesíodo e mesmo seu nome vem de “aphros”, que significa "espuma". Nesse mito, Urano (o Céu) veio trazendo a noite e, ansiando por amor, se deitou sobre Gaia (a Terra).

Então seu filho Cronos saiu de sua emboscada, pegou sua grande foice e rapidamente cortou os membros genitais de seu próprio pai, lançando-os da terra para o mar. Nesse momento, uma espuma branca se formou perto da carne e ali nasceu uma jovem mulher.

 

Seus olhos eram tão azuis quanto o céu, sua pele tão branca quanto a espuma do mar da qual ela veio e seus cabelos tão dourados quanto os raios do sol. Quando ela pisou na praia, flores brotaram debaixo de seus pés e, levada para a assembleia dos deuses, foi admirada e a amada por todos.

 

Os deuses e homens então a chamaram de Afrodite, a nascida da espuma e a mais bela de todas as deusas.

 

Esse mito do nascimento de Afrodite inspirou a famosa pintura do artista renascentista Botticelli, retratando a deusa em uma concha gigante. 

 

 

 

Afrodite também foi mulher de Hefesto com quem casou-se contra a vontade. Deusa do amor e da sexualidade, não é de se espantar que seu coração não pertencesse a um só homem. Apesar do casamento, Afrodite se entregou a muitos homens e deuses tendo vários filhos.

 

Esse mito começa com a história de Hefesto, seu marido. Quando ele nasceu, sua mãe Hera o lançou do alto dos céus, pois tinha vergonha da aparência de seu filho e suas deficiências. Resgatado na Terra, Hefesto se tornou um mestre e ferreiro experiente. Para se vingar de sua mãe, enviou vários presentes para o Olimpo, incluindo um trono de ouro amaldiçoado para Hera. Quando a deusa sentou-se sobre este trono ficou presa à ele.

 

Zeus, para liberar sua mulher, ofereceu a mão de Afrodite em casamento ao deus que conseguisse trazer Hefesto ao Olimpo. Afrodite, que acreditava que seu amado Ares iria conseguir tal ato, concordou com o acordo.

 

Ares tentou trazer Hefesto à força, mas foi Dionísio sugerindo à Hefesto reivindicar Afrodite para si mesmo quem conseguiu convence-lo. Hefesto então subiu ao Olimpo com Dionísio, liberou sua mãe e casou-se com Afrodite contra sua vontade.

 

Por não aceitar seu casamento arranjado, Afrodite teve um longo caso de amor com Ares, o deus da guerra. Quando Hefesto soube das traições de Afrodite, preparou uma armadilha e capturou sua mulher com Ares na cama, usando uma rede de malha inquebrável. Ele então os levou para o monte Olimpo para humilhá-los em frente aos outros deuses, porém, todos apenas riram dos amantes nus.

 

Ela teve com Zeus quatro filhos: Eros, o cupido alado que sempre a acompanhava, os gêmeos Deimos e Phobos e uma filha chamada Harmonia, amaldiçoada por Hefesto por vingança a traição de Afrodite.

 

Dionísio, o deus do vinho, também teve um caso com Afrodite. Hera então, como punição por sua promiscuidade, amaldiçoou a deusa para que ela tivesse uma criança horrivelmente feia. Esse filho foi Priapo, o deus grego da fertilidade.

 

Hermes, que pediu ajuda ao seu pai Zeus para seduzir Afrodite, teve com ela um filho que continha tanto o gênero feminino como masculino e se chamou Hermafrodito, como uma junção dos dois nomes.

 

Afrodite também se deitou com Poseidon para agradecer pelo seu apoio após a revelação de sua relação adúltera com Ares e teve com ele duas filhas chamadas Rodes e Herophile.

 

 

A DEUSA EM SI MESMA

 

Afrodite representa então a mulher que revela os dons, as atitudes e as virtudes da Imperatriz consagra sua vida à elevação do nível cultural da alma humana com amor, generosidade e compaixão. Arquétipo da Mãe cósmica, essa mulher, vibrante nos níveis sutis de percepção, utiliza sua intuição natural e seu nível de consciência elevado no desenvolvimento e no exercício de sua imaginação ativa e criativa. De natureza ardente, apaixonada e espiritual, ela trilha um caminho iniciático dedicando-se à dança, às artes marciais ou à abordagem tântrica da sexualidade. Seu desafio espiritual se completa com a encarnação de um modelo feminino de sabedoria, convidando os aprendizes no caminho da iniciação a exprimir o amor e a beleza, servindo-se de frutos da natureza para fabricar uma obra-prima natural.

 

Na Formação de Facilitadoras e Certificação do Método Voo da Borboleta eu ensino na prática como aplicar estas sabedorias no dia-a-dia a fim de despertar sua sabedoria feminina. Além disso, também apresento como utilizar essas ferramentas de forma terapêutica no trabalho com mulheres.

 

Outros artigos dessa série

Deusa Atena

Deusa Perséfone

 

Baixe Agora e Gratuitamente o E-Book

TE EMPODERE COMO UMA DEUSA

 

 

 

ELÎS CORRÊIA

 

Sacerdotisa e Canalizadora, Escritora e Astróloga 

Terapeuta Especialista em Sexualidade Feminina

Facilitadora de Constelações Sistemicas e de Curas Quanticas

Terapeuta de Cura Multidimensional- Sistema Arcthuriano

Mentora de Processo de Desenvolvimento Feminino

Mentora de Mulheres que Trabalham com Mulheres

 

Idealizadora do Voo da Borboleta

Criadora do Método Voo da Borboleta

 

 

 

Terapias, Mentorias, Jornadas, Treinamentos, Vivências e Palestras

Fone- Whadssap- Clique Aqui

 

 

 

 

 

Compartilhe noFacebook
Please reload

Posts Recentes

August 25, 2020

February 25, 2019

January 15, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square

ENTRE EM CONTATO

ATENDIMENTOS

PRESENCIAL EM PORTO ALEGRE e SAPIRANGA
ONLINE NO BRASIL E EXTERIOR

Porto Alegre/RS   |  contato@voodasborboletas.com.br Fone 51 99785-9243

MANDE SUA MENSAGEM