Será que algum dia serei boa para a mamãe?

Ressignificando a Relação com a Sua Mãe Reconhecendo as Dinâmicas Ocultas que Movimentam estas Relações através da Constelação Sistêmica Familiar!

 

 

 

 

Recentemente saiu no fantástico uma material que por sinal, muito importante mas ainda cheia de tabus e preconceitos,  onde falava das relações entre mães e filhas, na ocasião relatava casos de mães narcisistas, e dos traumas, dores, sentimentos de culpa e medos que uma relação assim causa pelo resto da vida, se não tratado. Sim, pois esta é uma relação de ligação fortíssima, e quando rompido este laço por algum motivo a sensação de carência, e vazio interno é profundo sem falar do fantasma da culpa que assombra quando resolvemos virar as costas e abandonar esta relação, tomar esta decisão e fazer esta escolha traz uma grande responsabilidade, somos movida por um extinto de sobrevivência, mas, vamos ter que lidar com toda uma sociedade que não compreende e puni, culpa e muitas vezes te acusa, e tudo isto junto ao sentimento de baixa autoestima que já esta instalado se transforma numa grande bola de neve cheia de emoções a flor da pele.

 

 

Pois vou tem contar uma coisa, eu sei muito bem o que é viver uma situação assim, em determinado momento de minha vida percebi que tudo era muito difícil, e que por mais que me dedicava muito profissionalmente, sentia como se tudo escorresse pelos dedos simplesmente do nada, e tive muitas perdas principalmente materiais, fui levada e buscar a compreensão de porque o trabalho, relações, amizades sempre me traziam algum tipo de conflito seja financeiro, emocionais, profissionais ou outros...

 

Já estava entrando em quadro de depressão, quando fui indicada a conhecer a constelação sistêmica familiar, e como eu sempre gostei muito de assuntos que falassem de autoconhecimento, despertar, curas e transformações pessoais, tive uma grande surpresa e compreendi que muito das situações que se repetiam em minha vida, vinham decorrente desta relação entre mãe e filha. Esta relação trazia sim, muita dor que vinha das rejeições, abandonos, marcas de agressões físicas, e emocionais, autoritarismo de todas as formas, entre outras questões profundas que marcaram tanto minha faze infantil, como minha adolescência e parte de minha vida adulta, carregava até mesmo as dores de ela ter permitido os abusos vindo de meu próprio padrasto.  

 

Através da dinâmica percebi o que acontecia de forma oculta dentro do sistema familiar, e o porquê minha mãe nutria tanto sentimento negativo por mim, percebi que nem era por mim, esta relação de dor já vinha da própria relação dela com a mãe dela (minha vó) que ali se repetia um padrão geracional que vinha de muitas gerações, também percebi que eu representava uma serie de mulheres sofridas, abusadas, maltratadas e desempoderadas, e todas não tiveram a oportunidade que eu aqui estava tendo de buscar o autoconhecimento e despertar para uma nova forma de se relacionar principalmente comigo mesma.

 

O meu grande despertar aconteceu a partir deste trabalho, e na sequencia outros tratamentos, aprendizados, terapias, dinâmicas que me trouxeram aqui hoje, entendendo que talvez  fosse a ultima chance de romper um padrão de muita dor entre mães e filhas que vinha acontecendo a muito tempo.

 

Sim, eu sei o quanto é difícil lidar com tudo isto emocionalmente, mas quando despertamos inicia uma nova caminhada que é chamar ou despertar a nossa mãe ou mestra interior, e a partir daí iniciar uma cura profunda com a criança, a adolescente e a mulher que existe em você. Agora, olhar para minhas capacidades e talentos e acreditar neles, resgatar minha confiança na vida e minha segurança interior,  bem como me reconectar com meu feminino tão ferido, e sair da posição de vitima era meu principal aprendizado e desafio.

 

Hoje, mais do que nunca a cura do feminino se da na cura da relação com nossas mães, que podem ser das mais diversas formas, e compreender que tudo acontece por amor, até mesmo o sofrimento, e sim, as vezes a única maneira que uma pessoa conhece de amar é através do sofrimento, se sua mãe foi rejeitada, teve dificuldade com os pais, teve abusos, ou se na geração dela teve isto e  não se buscou resolver, alguém na próxima geração,  e acredite, pode ser você, será de alguma forma até inconsciente chamada a olhar, mas saiba que esta é uma busca sua, e principalmente feita  por você, e o aprendizado depois da autotransformação é que você é responsável por si, e pode mudar a sua realidade a partir da evolução e do autoconhecimento.

 

Mas porque eu tenho que viver tudo isto, porque tem que ser minha responsabilidade mudar tudo? Sim, estas são as principais perguntas que vem do ego vitima....

 

E te digo por traz daquilo que vemos existe um mistério que muitas vezes não cabe a nós compreender, e sim aceitar, e entender que tudo vem por alguma razão e que esta contribuindo para nossa evolução, acredite o Criador e a Deusa não querem que você venha sofrer, mas apreender algo sobre você mesma e que certamente vai contribuir para a cura de outras mulheres, seja no seu circulo  ou em outros. 


Mais uma coisa importante!


Muitas vezes quando escolhemos não olhar para a cura desta relação, alimentamos inconscientemente outros ciclos de dores como doenças, o proprio  câncer de mama e outros cânceres, problemas e dores no útero, ovários, cistos, dificuldades de engravidar, cólicas menstruais,  e além de mantermos ciclos de relações abusivas por muitas vezes vinda de parceiros, e tenha certeza, até a doença vem a favor da vida....
 

Vou te contar uma história, recentemente observei um caso de uma menina, que mesmo já na fase adulta manifestava comportamentos de carências e a tal necessidade de chamar atenção o tempo todo, sabe aquele comportamento de fazer tudo para agradar o outro, negando suas próprias vontades, uma busca incessante por atenção e aceitação, e investigando um pouquinho percebi que a mesma embora tivesse uma relação boa com sua mãe, nutria no íntimo uma carência profunda, e na vida atual a mamãe sempre dizia para ela que nunca se preocupou muito afinal confiava na maturidade da filha, acontece que nossa criança não compreende e ela sente falta sim, principalmente se o inicio destes comportamentos foram na infância.

 

Talvez por algum motivo a mamãe na infância não pode dar esta atenção tão esperada por esta criança, e naturalmente a nossa criança que não entende e sofre...

 

Bom recentemente a menina desenvolveu um câncer, e adivinha? Terá que ir passar uns tempos com sua mãe, onde receberá os cuidados. Você percebeu como a doença vem a serviço da vida neste caso?

 

Sim, esta menina não conseguir perceber que existia esta carência interna e que precisava ser tratada, olhada ou curada, não pela mãe, mas por ela mesma, e a doença vem a serviço da vida, trazendo a cura mesmo que inconsciente para esta relação, pois agora ela será vista pela mamãe e terá a oportunidade de curar sua dor de carência infantil.

 

A constelação familiar é uma terapia quântica que através de um olhar sistêmico, identifica ligações inconscientes que bloqueiam muitas áreas da vida e causam desequilíbrios nos campos da saúde, dinheiro, profissional e nas relações afetivas.

 

É muito simples, como todas as grandes coisas da vida!

 

Um método de ajuste sistêmico, que possibilita perceber de forma clara e direta, os mecanismos que se escondem por trás dos bloqueios e conflitos relacionais e de comportamento num grupo de pessoas (famílias ou empresas).

 

Este Método me inspirou a  construir e realizar minha própria abordagem, tal que é aplicada totalmente na Jornada de Empoderamento Feminino

que também trás a certificação do Metodo Voo.

 

 

Venha conhecer e participar, surpreendendo-se com uma nova perspectiva!

 

 

Jornada de Empoderamento Feminino

+ Certificação Metodo Voo da Borboleta

 

Se torne uma especialista certificada e transforme a vida de muitas mulheres!

 

 

 

 

ELISANGELA CORRÊA

Desenvolvimento Feminino

Criadora do Método Voo da Borboleta
 

Despertar e Autoconhecimento l Empoderamento Feminino l Espiritualidade e Essência l Propósito da Alma l Carreira e Negócios

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe noFacebook
Please reload

Posts Recentes

August 25, 2020

February 25, 2019

January 15, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square

ENTRE EM CONTATO

ATENDIMENTOS

PRESENCIAL EM PORTO ALEGRE e SAPIRANGA
ONLINE NO BRASIL E EXTERIOR

Porto Alegre/RS   |  contato@voodasborboletas.com.br Fone 51 99785-9243

MANDE SUA MENSAGEM